quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Vivendo e aprendendo, sempre!


Estou vivendo uma situação com uma pessoa bem próxima, que tem me feito pensar bastante sobre o que fazer quando não temos mais nada a fazer?
Cheguei a conclusão de que a vida nos ensina a todo momento.
Mas será que estamos sempre dispostos a perceber tais ensinamentos?
Esbravejamos, relutamos contra algumas situações, desejando que todas as respostas sejam sim, sem saber que nem todo sim é o melhor caminho a seguir.
Todo investimento em que nos lançamos, tem riscos como resultado. Mesmo cientes disso, nunca estamos dispostos a obter resultados que não são muito agradáveis.
Sem analisarmos minuciosamente as situações que esse resultado pode trazer, agimos, muitas vezes, de forma imatura, egoista e limitada, tentando reverter fatos irreversiveis. E sofremos.
Não digo que o ser humano deva agir como "vaca de presépio", dizendo sim e amém pra tudo! Aceitar todos os fatos sem luta, sem questionamento, é passividade, preguiça e fraqueza. Isso não! É imprescindível ter ideais e lutar por eles até o fim.
Porém, muito mais do que comemorar as aquisições, temos que aprender a aceitar quando o fim é inevitável. A derrota faz parte da vida.
Necessitamos de discernimento para entender que algumas perdas irremediáveis, trazem benefícios futuros incalculáveis, assim como algumas vitórias conquistadas a grosso modo, poderão ser apenas prelúdio de uma derrota adiante.
Repararam como momentos felizes nos levam a comemoração, enquanto os tristes nos levam a reflexão?
E se os momentos tristes se repetem? Talvez seja algo que você precise absorver e esteja deixando passar por despercebido!
Tiremos portanto, lições úteis de TODOS OS SEGUNDOS DA VIDA, PORQUE NADA É POR ACASO!!! A inteligência divina é muito perspicaz, jamais fortuita!
Aprender a aprender com a dor, também é uma arte! Aceitar as derrotas, quando inevitável, é o exercício da fé.

9 comentários:

  1. DEUS, é perfeito realmente em tudo que faz...
    de uma maneira ou de outra ele nos faz entender, perceber tudo que se faz necessário ...
    no momento ficamos cegos... mas "ELE"
    nos é generoso, e coloca pessoas generosas tal
    qual "ELE" próprio pra caminhar do nosso ladinho...
    bjos encantados a te fada linda...

    ResponderExcluir
  2. Arriscar é preciso
    Pois, viver já é um risco.

    Bjs.

    ResponderExcluir
  3. Não sei do que se trata, mas aprendi a não dar murro em ponta de faca. Persistir é bom, mas insistir é ruim. As coisas, parem serem gostosas, tem que fluir, não podem ir a trancos e barrancos.

    Um beijooo

    ResponderExcluir
  4. Dá para tirar ensinamento de tudo que nos acontece, mas nem tudo acaba sendo afixado devido a nossa falta de sabedoria...

    Fique com Deus, menina Fadinha.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  5. Oi Fadinha,
    Para cada derrota, devemos mesmo nos policiar para aprender a lição e saber até quando persistir.
    Abraços!!

    ResponderExcluir
  6. Nossa!!! Se tu me conhecesses diria que estaria se referindo a mim. Adorei ter lido esse texto hoje. Se a seu objetivo era levar pessoas à reflexão... você conseguiu. Obrigada!

    BeijoZZZ

    ResponderExcluir
  7. Oi Flávia!!
    A vida me ensinou isso a duras penas.
    Saber a hora de desistir é um dos maiores aprendizados, em minha opinião.
    Essa sua última frase diz tudo:
    "Aceitar as derrotas, quando inevitável, é o exercício da fé."
    Linda demais!!!
    Beijo grande querida

    ResponderExcluir
  8. Oi Fau...
    Sabe q tb estou passando por algo delicado no meu trabalho e to tentando usar o momento para reflexão...
    Amiga, to meio sumidinha mas continuo sendo sua branquinha ne?
    Bjao e se cuida!

    ResponderExcluir
  9. Olá!!!

    estou passando aqui para dizer que estou sorteado uma linda caixinha de boneca de biscuit.

    Participe!!

    http://robertaasouza.blogspot.com/

    Roberta Souza

    Bjosss!!

    ResponderExcluir


VOLTE SEMPRE!!!!
 
BlogBlogs.Com.Br