domingo, 17 de outubro de 2010

Fetiches

"Sexo é o ato de busca ao prazer."- dizem muitos.
"Sexo é o instrumento concedido por Deus para que haja reprodução da espécie." -ressaltam outros tantos.
Particularmente, acredito que o sexo tem utilidade superior a essas duas vertentes.
Muito mais do que despertar a sensualidade, o sexo atua como permuta de energia entre seres que foram atraídos e convidados para viver uma história. Pode ser um instrumento do amor, sem que o amor seja sexo.
Força poderosa de atração, muito deturpada por alguns e vista como "coisa impura ou asquerosa" por outros, o sexo deve ser considerado como fonte de força, vida e equilíbrio, devendo ser respeitado e não aviltado.
Porém, o que deveria ser uma coisa natural, tem sido cada vez mais deturpada por quem encara o sexo como mero atributo de perversão prazer (as mais esdrúxulas possíveis), arriscando a sua saúde, sua vida, sua imagem. Expondo ao ridículo em nome da satisfação.
Um dos meios para obtenção desse prazer, para alguns, é a realização dos fetiches sexuais. 
O Fetichista utiliza objetos inanimados ou atenta apenas para uma determinada parte do corpo da outra pessoa para obter satisfação sexual. 
"O Fetichista é incapaz de amar a outra como uma pessoa real. Consegue amar apenas uma parte dela, ou um objeto que ela use. Exemplo: mãos, pés, nádegas, mamas, sua calcinha, seu sutian, suas meias, etc. 
Como todos os desviados sexuais, tem sentimentos de culpa e de incapacidade sexual. Isso tende a torná-lo excessivamente ansioso em qualquer situação sexual e, por conseguinte, consciente ou inconscientemente, ele teme a impotência. Por isso cria uma situação em que está certo de ser potente, e não há nada mais certo do que uma coisa que ele sabe tê-lo excitado no passado. Dessa maneira o fetiche atua como tranqüilizante — uma defesa contra o medo, um dispositivo mágico que garante a potência.
Muitos fetiches, por vezes, tem um significado sadomasoquista. A história da moda feminina está cheia de truques que não só acentuam características sexuais da mulher, como também limitam os movimentos até o ponto do desconforto, se não da verdadeira dor. O sapato de salto alto, provavelmente o mais comum dos fetiches, é um exemplo. Pouco prático, desconfortável, ele encurta o passo, torna impossível andar em longas distâncias e requer freqüentes consertos. No entanto, os saltos altos são uma arma tão poderosa dentre os artifícios femininos para atrair os homens, que a estrutura dos aeroplanos e o assoalho dos grandes edifícios tiveram que ser modificados para que elas pudessem continuar a usá-los sem sofrer muitos danos. Muitas modas femininas são aparentemente destinadas a dar às mulheres aparência de maior fragilidade e desamparo do que elas realmente tem; isso agrada aos homens porque os coloca numa posição superior, na qual podem ser protetores, dominadores e fisicamente mais ativos." 
Enfim, curiosos e extremamente bizarros, os fetiches podem expor ao ridículo, como visto nos exemplos que seguem:
Autonepiofilia: o "criaturo" sente prazer em estar vestido de fralda ou ser tratado como bebê!

Emetofilia: prazer com o ato de vomitar ou com o vômito do outro. Pode estender-se a um outro fetiche denominado "Emetofagia" que corresponde a comer (affff...)  ou ingerir o vômito do outro.

Necrofilia: excitação por pessoas mortas ou atividade sexual com mortos. Fez parte dos rituais de certas tribos africanas e asiáticas.

Agalmatofilia: também chamada de Estatuofilia é a excitação por bonecas, manequins, estátuas ou modelos representativos de pessoas nuas.

Formicofilia: excitação ao ser mordido por formigas ou pequenos que deslizam, arrastam e mordem os seus genitais, a região do períneo e os mamilos.

Lactofilia: é o prazer obtido por ser amamentado como uma criança nos seios. O prazer pode estar tanto em quem toma o leite, quanto para a mulher que fornece o leite. Há casos de homens que procuram somente por mulheres lactantes para que tenham o prazer de beber o leite.  Há, por exemplo, prostitutas, que oferecerem seu leite aos clientes.

Menofilia: é a excitação por mulheres menstruadas.

Na minha opinião, o ser humano poderia passar sem determinadas experiências ridículas. Porém, procuro manter-me neutra mediante as adversidades humanas e respeito todos os gostos e credos.
E você??? Qual a SUA opinião sobre os fetiches sexuais??? 
Perversão ou prazer?
Atração ou repulsão?
Normal ou ridículo?
Me conte aí, vá!
Fontes bibliográficas :
trechos: clinicaintegrare.com.br/
Freud. Sigmund — Psicopatologia da vida cotidiana 
Storr, Anthony — Desvios sexuais.

8 comentários:

  1. oi fadinha..
    que texto em ! muito bom...
    bem não sou adepta a fetiches, mas respeito né cada doido com seu delirio..
    (desde que não me convide) rsrs e acho que sexo faz parte de amar, é um momento sublime entre duas pessoas que se amam, e não certas loucuras que tem nada há haver com o momento tão gostoso e romântico que é o amor o amar !!! bjo lindinha...

    ResponderExcluir
  2. Sei lá, as vezes, e isso tem se tornado cada vez mais comum, acho que Freud tem razão com suas idéias e a psicanalise faz muitooooo, mas muitoooo sentido... Acho que essas pessoas precisam de um psicanalista e que tudo isso que vc falou são disturbios, são sinais de que há algo fora do lugar (errado é uma palavra forte demais, mas quase usei ela, foi por pouco...). Enfim, tenho lido há pouco tempo sobre psicanalise, sei que verdade não existe, mas acho que há muita coisa correta no que Freud disse... E é isso que penso sobre esses fetiches...

    ResponderExcluir
  3. Vixie maria...tem doido pra tudo,o que sera que os leva a esse caminho?
    Deve ser ate interessante estudar a cabeça de uma pessoa assim(minha frustraçao foi nao ter feito psicologia..rs).
    Beijocas!

    ResponderExcluir
  4. Hua, kkk, ha, ha, cara coisa bizarra no mundo, mas mesmo assim há capacidade de nos surpreender (e uma boa parte destas praticas me surpreendeu...

    Fique com Deus, menina Fadinha.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  5. ahahahah
    não aguentei a foto do gordinho nenem hahaha

    ah, mas cada um na sua. se não prejudica ninguém, se a pessoa fica feliz, se é o que alegra a vida da pessoa, que vá em frente né. de perto ninguém é normal mesmo rs. o importante é ser feliz rs

    tem tantos fetiches estranhos né.
    tem o das pessoas que tem desejo por estourar balão! os que gostam de pum. tem os nojentos que nem vou comentar aqui rs, tem até de lambedor de selo! hahaha

    esse assunto rende rs
    bjs

    ResponderExcluir
  6. putz
    que bizarrice
    O lance do vômito..eca que maluquice das btabas.
    hahahahaha
    beijooooo

    ResponderExcluir
  7. ola fadinha achei tudo muito esquisito principalmente do leite e do vomito... ui eca

    ResponderExcluir
  8. Nossa cada coisa ne
    Fico pensando como pode um ser humano gostar dessas coisa.
    Mais tudo bem ne gosto é gosto.

    Eu tenho um blog também, é sobre poemas gostaria de ver ?
    acesse:
    https://simplesolharblog.wordpress.com/

    ResponderExcluir


VOLTE SEMPRE!!!!
 
BlogBlogs.Com.Br