sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Má fé

Pessoas dotadas de conduta de má fé são aquelas que agem com segundas intenções, que  possuem caráter duvidoso e estão sempre querendo passar a perna ou tirar proveito em algo.
Exemplo: como vocês sabem, minha mãe está doente. Comprou uma nova cama para minha filha e precisava retirar do quarto a antiga. Não conseguindo fazer sozinha, pediu a zeladora para retirar a cama desarmada e colocá-la em outro cômodo da casa. Estavam só as duas em casa, quando minha mãe acordou com o "agrado" a ser pago. Retirou os R$ 15,00 da sua bolsinha, deixando lá R$40,00 cuidadosamente colocados dentro de uma bolsa grande, em cima de uma cômoda, como de costume. A moça, que conhece-nos a muito tempo, fez o trabalho rapidinho, sempre aos olhos atentos de minha mãe que só ausentou-se por instantes para atender o interfone (eu estava chegando juntamente com o rapaz que distribui a água mineral). Despediu-se, e foi pagar o rapaz. Cadê o dinheiro???
Em seguida, chegaram da praia do Porto da Barra, minha filha e o namorado. Ela, com acetona e algodão na mão e ele com o braço vermelho, de tanto esfregar. O que aconteceu? Estavam sentados na areia, um tatuador de henna abordou-os perguntando se queriam conhecer o seu trabalho. Eles disseram que não... daí, em segundos, com pincel na mão, o ambulante fez um "V" e alguns riscos... nasceu daí um escorpião! Isso mesmo,  resolveu brindar o rapaz, em pouquíssimo tempo e de surpresa, com um escorpião tatuado no seu braço. Claro que a brincadeira custou R$10,00... isso porque eles são da terra! "Se vocês fossem de fora, meu preço era R$50,00!" Trocando em miúdos, um assalto indireto! Tive que passar uma boa parte da tarde tentando limpar a sujeira que fizeram no braço do garoto, sem o consentimento da sua mãe!!!
Por que as pessoas agem assim???
Devemos nos acostumar a viver numa selva de pedras?
Sei que muitos de vocês devem ter exemplos bem dolorosos de casos semelhantes, onde foram passados para trás. Confesso que é algo que me incomoda, me indigna... Não consigo aceitar que " é assim mesmo!" "é do ser humano!"
Não! O ser humano não foi feito para passar a perna, vergonhosamente, no outro. Para dissipar a desonra, a falta de fraternidade, credibilidade e fé! Não... eu não aceito!!!
Acredito que essa conduta parte da educação, ou melhor, da falta dela. Somos o espelho dos que convivemos. Falta de educação contagia muito mais do que a educação propriamente dita. Toda conduta nociva, é mais cômoda de ser executada. O contrário é trabalhoso, requer tempo.
Ao longo da minha vida curta, porém cheia de experiências, conheci pessoas paupérrimas, necessitadas mesmo, porém dignas, admiráveis e com a conduta idônea. Educação independe completamente de classe social. Acho até que o paupérrimo baseia-se mais em valores esquecidos pelas outras classes.
Ter um filho é algo lindo, mágico, gostoso... deixar seus registros genéticos em alguém é motivo de orgulho!!! Porém, muito mais que prazer, requer sérias responsabilidades. Não é só a comida que alimenta. Dar educação não é depositá-lo num colégio!
Seus exemplos diretos dizem da conduta futura da prole. Uma simples mentirinha, um simples papelzinho jogado na rua, uma atitude estúpida com o vizinho, um tentar tirar proveito com o troco... isso tudo refletirá nas ações dele. Tenha certeza que conduzir para o bem não é só aconselhar. É exemplificar.
E não falo só para os filhos. Estendo para sobrinhos, vizinhos, conhecidos e desconhecidos.
Quando criança, morria de vergonha quando cometia uma falta, uma garfe e, em seguida o outro agia da forma correta. Foi assim que aprendi boas maneiras. Quase nunca fui corrigida, fui chamada atenção. EU APRENDI VENDO EXEMPLOS!
Talvez você fale que a sua atitude correta não implicará no gesto do outro. Implicará sim! Revisão moral e de costumes são os melhores exercícios de cidadania. É nas pequenas mudanças que nascem os grandes feitos.
Lembre-se; o bem que você propagar será uma via de mão dupla! Condutas benígnas nunca deixam de ecoar. Da mesma forma que mesmo que não seja punido pelas leis, o mau caráter terá, em algum momento, o mau como reflexo.
Nós, que nos incomodamos com essa falta de boa conduta, devemos nos conscientizar da importância de exemplificar. Não podemos deixar as maçãs podres, apodrecerem o cesto inteiro!!!
A sociedade está doente... NÓS SOMOS A CURA!

"You may say,
I'm a dreamer
But I'm not the only one
I hope some day
You'll join us
And the world will live as one"
                                                                                     John Lennon


Um grande beijo e um excelente final de semana para nós!

24 comentários:

  1. Querida, isso dos 40 reais é roubo, chama a polícia. Sem essa de conversa fiada, chama a polícia!
    Num instantinho a grana aparece.
    Que horror!
    Hoje em dia é cobra comendo cobra, é o fim do mundo!
    Fujamos para as colinas rsrsrs
    Mas antes chama a polícia!
    Beijossss

    ResponderExcluir
  2. nossa muito bom esse texto... concordo em tudo que diz, eu sempre digo que minha mãe é meu espelho, a educação que recebi, hoje posso ver que é reflexo dela... claro que aqui e ali agente erra, mas isso é do ser humano... bjo. fim de semana encantado pra fadinha...

    ResponderExcluir
  3. Infelizmente as coisas estão de mal a pior. "Sifu" pra honestidade e lealdade. Infelizmente.

    Bjs.

    ResponderExcluir
  4. Vc falou tudo,amiga.A maioria das famílias deixa a cargo dos professores ensinarem boas maneiras aos filhos delas.E dá-lhe mau exemplo,e depois ainda perguntam se foi isso que aprenderam na escola!
    Eu vou postar o selinho logo,hoje fiz um post em minha homenagem(cof,cof!)...obrigada pelo selo,amiga,adorei!!!
    Lembranças ao Elfo!kkkk
    Bjs pra vc...

    ResponderExcluir
  5. Nossa! Isso me fez lembrar das tantas vezes que passaram a perna nessa bestona aqui, que acha (achava) que as pessoas eram boas e consideravam aquelas que lhe fazia o bem.Mais não...o pior foi quando uma suposta amiga minha fez na maior cara dura...vivia na minha casa,sabe...um certo dia foi tomar banho lá,(pois n tinha água na casa dela) e foi no dia do meu aniversário,aii meu marido tinha me dado uma graninha para fazer uma escova progressiva,aii eu toda feliz mostrei a ela,e disse: vou guardar aqui na minha bolsa e colocar dentro do guarda-roupa, porq segunda eu vou no salão.Deixei ela lá no meu quarto para tomar banho no meu banheiro e fui no salão perto de casa mesmo.Quando voltei,q ela foi embora,procurei o dinheiro,cadê??? Adivinha!!!!
    aii,aii.É triste.
    Beijossss e obrigado pelo comentário de hj!!!

    ResponderExcluir
  6. A sociedade que vivemos, leva as pessoas a quererem sempre estar sobre o outro, tirando vantagem de alguma maneira seja ela certa ou não!

    Muitos dizem que dinheiro é a salvação da fome, da miséria...mas discordo...
    o dinheiro assim como o ouro, a prata...possuem valores que são dados pelo Homem...
    Se valorizamos pedaços de metal e de papel..porque não darmos um mínimo valor às pessoas e ao sentimentos...

    O SER HUMANO preisa de mais AMOR!

    ResponderExcluir
  7. Flávia querida, na próxima segunda estarei indo para a terceira audiência de conciliação sobre uns móveis que encomendei para meu apto há 1 ano, paguei (bem!!!) e não recebi nem um puxador de armário sequer. A "empresa" continua "vendendo" e eu que tente recuperar meu dinheiro, tão suado!
    É, como você disse, o ser humano não nasceu para ser ladrão, "esperto", trapaceiro... mas a contribuição que damos a isso está no exemplo que transmitimos a nossos filhos.
    Se os educamos para serem os primeiros, custe o que custar, eles vão seguir sendo assim, custe o que custar!
    NÓS SOMOS A CURA!!!!
    Essa frase eu vou guardar no coração...
    E vou trazer o Gui, meu filho, para ler seu texto. Ele vai adorar, tenha certeza :D
    Beijo grande!!!

    ResponderExcluir
  8. Infelizmente, há muitos maus exemplos, mas também existem bons exemplo a serem seguidos, então seguiremos os bons exemplos e esquecendo a vantagem na mutretagem (se é que é vantagem passar a perna nos outros)...

    E espero que a tua fique mais precavida com esta conhecida da onça.

    Fique com Deus, menina Fadinha.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  9. Eu tbm não consigo concordar com a má fé, não consigo aceitar a falta de educação, de respeito. Não cabe na minha cabeça, nem na minha propria educação. Cresci em um localm tipo gaiola de ouro mesmo, onde nossos pais diziam que se jogasse um papelzinho no chão, ia preso. Era meio terrorista, mas eu aprendi!
    Vc disse tudo amiga, vai além de colocar o filho na escola. É uma questão de exemplo, de aprendizado no seio familiar e fora dele.
    Belo e perfeito texto!

    Olha eu super concordo: Amarelo festeiroooo já tá pensando no Carnaval, rsrsrs A gente se conheceu em epoca de Carnaval (19/02), já vai fazer dois anos! Costumamos dizer que nosso amor é de Carnaval, mas é pra sempre, rsrs

    Poxaa que bom que vc ficou feliz por mim, por ele!! E obrigada por continuar torcendo, agora quero dar só notícias boas!!!!

    Beijos e lindo fds!!!

    ResponderExcluir
  10. Amiga, como os pais podem cobrar honestidade das crianças se são os primeiros a agir com ajeitos, pagam propina para o agente de trânsito não multá-los, compram filmes pirata, sonegam impostos, contam as vantagens do jeitinho brasileiro para a família, infelismente a maioria das pessoas não dão exemplo como cidadão nem como pais...
    Beijos no coração!!!

    ResponderExcluir
  11. Oi Fadinha,
    Realmente o caminho mais fácil nem sempre é o correto. E a tendência do ser humano é seguir o caminho mais fácil.

    Nenhum governo ou escola resolve esse problema. Você está muito correta, se tem alguém que pode resolver isso, somos nós.
    Abraços!!

    ResponderExcluir
  12. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  13. Educação. Educação cívica. Educação para a cidadania.

    Como bem dizes tudo começa com os exemplos e dentro de casa, no seio da família e do núcleo social mais restrito, para depois se ir alargando a todo o meio social. Mas na nossa sociedade de consumo e ultra-competitiva todos os anseios egoístas se sobrepõem à dignidade humana.

    Um bom Domingo para ti!

    Abraços

    ResponderExcluir
  14. Oi Flor, tudo bem?
    Costumo dizer que: não é preciso viver uma situação para saber como agir. Basta as experiências ao redor. A melhor forma é tratar o outro da forma que deseja de ser tratado.
    Isso basta!!!!
    Bjos com carinho

    ResponderExcluir
  15. Lindo o texto...
    Linda a sua indignação...Não podemos admitir essas atitudes como prerrogativas do ser humano. Ele é mau de natureza?
    Não podemos aceitar essa hipotese.
    Eu sempre achei que o homem é corrompido pela sociedade.
    Não podemos esta corrupção natural
    Tambem adotei o lema:
    Nos somos a cura!
    Cabe a nós manter essa chama acesa!
    Parabens pelo texto.

    bjo

    ResponderExcluir
  16. É mesmo uma pena vivermos rodeados de pessoas tão sem escrúpulos!
    Os bons exemplos devem mais do serem praticados por nós pais a fim de nossos filhos seguirem sempre para o caminho do bem.

    Nós somos a cura...

    Adorei seu blog. Parabéns e já estou te seguindo

    bjkas e bom domingo

    ResponderExcluir
  17. Flávia.
    Olha, esse post é um exemplo de cidadania!
    Vc falou muito do que penso. Da nossa responsabilidade como ser humano, a necessidade de termos o nosso caráter íntegro. E tb a revolta contra as coisas erradas, não aceitar como "se tudo fosse normal".

    é inadmissível o que aconteceu com sua mãe e seu irmão. Ninguém tem o direito de roubar nada o que é dos outros. O que sua mãe tem, é dela. E sua filha tb não tem que ser "roubada" dessa maneira, que coisa horrível o que esse tatuador fez e faz!
    Os valores da nossa sociedade estão invertidos! Aonde já se viu isso.

    Vou divulgar esse post, pq o recado dele é valioso. Um bj e bom domingo pra vc e sua família linda, dá um bjo na minha querida Aninha!

    ResponderExcluir
  18. Eu já passei sim por situações dessas... um dia desses minha amiga veio dormir na minha casa e depois apareceu com uma blsa preta igual a minha no corpr e teve a cara de pau de dizer que não era a minha... que ela tinha comprado... quando fui procurar a minha... cade???

    aiii... ninguem merece... ser roubada é horrivel... algo inaceitável mesmo!

    concordo com o post...


    bjinhos

    ResponderExcluir
  19. Olá Flávia,
    Prazer em te conhecer e já dando de cara com esse exemplo de cidadania. Tem que se indignar mesmo, tem que chamar a polícia, tem que alertar os amigos.

    Ficar calado é dar vazão a que esse tipo de coisa continue acontecendo.

    Parabéns pela atitude.

    Gostaria de te convidar a conhecer o meu espaço. ficar feliz com sua visita.

    Um abraço,

    ResponderExcluir
  20. Amiga linda, infelizmente o mundo tá cheio de gente que não perde a oportunidade de "se dar bem".
    Acredito que nossas contas são acertadas, senão aqui, num plano superior.
    A gente não pode se acostumar, precisar lutar contra sempre e não perder a fé de que um dia melhora.
    Bjs e fique com Deus.

    ResponderExcluir
  21. Flávia, voltei para agradecer seu imenso carinho!

    É tão bom saber que existem pessoas maravilhosas como você!

    Muito prazer em te conhecer.

    Uma excelente semana!

    ResponderExcluir
  22. Me causa enorme indignação ver coisas assim, me rebelo, não me conformo com essas injustiças. Adorei o post.
    beijooooo

    ResponderExcluir
  23. Isso irrita... essa coisa de ser feita de besta, isso acontece tanto comigo que dá uma doooorrr... Concordo com suas posições e com a das pessoas que aqui comentaram!! E sim que bom te ouvir falar assim, que bom saber que ainda existem pessoas honestas, com dignidade e que sabem que fazer o que é certo não é favor e sim dever de todos nós \o/

    ResponderExcluir
  24. Minha querida Fadinha
    Realmente tudo isso nos põe pra pensar...Que mundo é este???
    Ficamos indignados com as atitudes que dominam os seres que se dizem "humanos"
    Mas ainda existem bons exemplos e um que gostaria que vc lesse está num blog que sigo e recomendo:
    http://pensoinsisto.blogspot.com/2010/10/enigmas-da-humanindade-i.html
    Aqui o inverso aconteceu.
    Sou solidária a você e vamos "curar" essa sociedade que ainda acha que levar vantagem é descaradamente "roubar" seu semelhante.

    Beijinhos e boa semana

    ResponderExcluir


VOLTE SEMPRE!!!!
 
BlogBlogs.Com.Br