quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

Cansada de feijão com arroz... bye bye relação a dois!

 O amor... sentimento magistral na arte de dar-se. Emoção, envolvimento, desejo, realização, sonho, idealização...
Inspira poetas e não poetas. No início; tudo supera... de-pois; quase tudo trancede. Isso mesmo, você leu certo: "quase tudo trancede!"
Não é por falta de otimismo ou de paixão que afirmo isso com tanta certeza.
Após uma análise sincera e um diálogo lógico com seus botões, gostaria que respondesse a uma simples pergunta: o amor resiste a rotina e a intimidade exacerbada? será que existe relação com encanto e magia sobrevivente a anos de convivência com o ronco insuportável, mau hálito matinal, flatos, arrotos, chulés e outras manias, opiniões e atitudes contrárias, costumes e discrepâncias do(a) companheiro(a)?
É esquisito falar sobre assunto tão pessoal e intransferível, mas essas aparentes indelicadezas fazem parte da vida, não é? Portanto, também devem ser analisadas.
Sabemos que todo, TO-DO ser humano vivente emite sons e emana odores não muito agradáveis de vez enquando, é individual por isso tem opiniões próprias e tem o direito de vez ou outra acordar meioooo... "com a casaca virada". A vida a dois é muito mais do que a partilha de momentos louváveis.
Então, o que fazer quando isso ocorrer? Estar preparado para tudo, sem falsas ilusões... não exigir perfeição do ser humano, imperfeito e falho por natureza... esse é o conselho de Fada!
Tenho uma amiga, amiga antiiiiga por sinal, que está a separar-se do marido justamente por isso: a rotina e os pequenos defeitos humanos acabaram com a mágica e linda relação novelística (digo novelística porque nunca vi um personagem soltando pum!)
Ela finda a relação "desastrosa" e seguirá em busca da pessoa perfeita... entonces, cheguei a conclusão de que ela viverá sozinha ou terá uma série de infortúnios nos relacionamentos seguintes: A PERFEIÇÃO HUMANA SERIA MARAVILHOSA, MAS ELA SÓ EXISTE NO NOSSO IDEAL!
Devemos criar uma série de expectativas em busca de uma idealização ou conviveremos cientes de que um relacionamento a dois não é um mar de rosas e que, para uma convivência aceitável precisamos ser mais tolerantes do que exigentes? Ou optaremos por viver só, flertando e nos relacionando superficialmente para que o love story não tenha conotação rotineira e nos agrade sempre...
Lembro de uma trecho bem pertinente de Eça de Queiroz: "É que o amor é essencialmente perecível e na hora que nasce começa a morrer. Só os começos são bons. Há então um delírio, um entusiasmo, um bocadinho do céu. Mas depois!...Seria pois necessário estar sempre a começar, para poder sempre sentir?" hahahaha... é isso mesmo... sempre estar começando para satisfazer-se plenamente. Essa também é uma opção, oras!
 Quando mais nova, dispensei algumas pessoas por achar sempre que a fila anda e que alguém capaz de preencher os meus totais requisitos estaria por vir.
Desde que cheguei a maturidade, que tomei consciência da perfeição existente apenas nos meus desejos mais íntimos, parei de sonhar com o príncipe e encarei a convivência com um homem, tão defeituoso e virtuoso como eu.
Hoje, exijo menos das pessoas. Sei que cada um só pode dar aquilo que tem e que não posso impor o que quero por sonhar demais e idealizar alguém. Aceitar ou não faz parte da escolha.
Tomou consciência de tudo o que poderia acontecer no início e do quão difícil é partilhar a vida??? Então, não diga que foi enganada (o) depois. 

16 comentários:

  1. Puxa!
    é bem por ai mesmo...
    Mas sabe? Eu nunca idealizei perfeição em ninguém.
    Nem pra par romântico nem tão pouco pra amizade.
    E no dia que essa perfeição citada chegar a vida perde a graça...
    Perde o sentido de se ser...
    Pois o ser humano é isso "imperfeito"..
    E sempre será...
    Adorei sua reflexão minha irmã querida..
    beiJOs na alma...

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Perfeição não existe, principalmente por que todos nós peidamos, e como peidamos!
    Então a sua amiga terá que apelar para um "parceiro" inflável e brinquedos, desses vendidos nos sex shops. Mas também poderá trazer-lhe decepção, pois na hora que ela quiser trocar o ar do "namorado" ele fará aquela barulinhiho..."fiuinn" com odor e tudo.
    Sabe como é, ar preso durante muito tempo, "Valei-me Deus"!

    Bjs.

    ResponderExcluir
  4. Fadinha
    Perigo!
    Comer arroz com feijão causa gazes e isso em jovens e crianças, rsrsrs
    Menina tô contigo.
    Perfeição não existe. Claro que algumas pessoas podiam ser mais discretas nos seus ruídos, mas nem sempre é possível, visto que algumas são pegas de surpresa.
    Acredito que tudo isso seja uma desculpa para alguma insatisfação maior.
    Vai saber né?
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  5. Adorei
    Difícil mesmo
    Duas cabeças, duas sentenças...
    Muito complexo 2 seres juntos.
    Beijo querida

    ResponderExcluir
  6. Verdade Fada. Convivencia do casal não é um mar de rosas. Todos temos defeitos. Confesso que no inicio do meu casamento, eu era meio imatura, queria perfeição, mesmo sendo imperfeita, o que me rendeu algumas lágrimas e mais maturidade. Hoje entendo que o outro é falho as vezes, assim como eu mesma sou. O que nã significa também que vamos aceitar tudo. Deve haver respeito pelo outro e principalmente por si próprio. Eu acredito quedevemos criar algumas situaçõs que nos façam voltar este encantamento, pelo menos por um tempo, para renovar o amor. Não dá para viver todos os dias em paixão pura, mas dá para resgatar isso de tempos em tempos, para que o amor sobreviva a rotina que vamos concordar: ela é cruel.

    Fadinha, deixei um selinho para vc no meu blog tá? Bjuus.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente! A pessoas se acomodam nas relações e acham que por serem imperfeitas o outro tem que aceitar tudo. Não ter ilusões faz parte da maturidade, mas viver uma vida de casal monótona, desrespeitosa, sem amizade e carinho...Deus nos livre

      Excluir
    2. Exatamente! A pessoas se acomodam nas relações e acham que por serem imperfeitas o outro tem que aceitar tudo. Não ter ilusões faz parte da maturidade, mas viver uma vida de casal monótona, desrespeitosa, sem amizade e carinho...Deus nos livre

      Excluir
  7. oi minha amiga. vc voltou com tudo, os textos excelentes de sempre! realmente a gente idealiza coisas demais na vida, principalmente o amor. a gente não pode querer príncipes ou princesas na vida...pq nós mesmos temos nosso lado sapão bem grande hehehe

    como tá a linda Ana? dá um bjão nela por mim. e pra vc um bom dia minha querida amiga do peito

    ResponderExcluir
  8. Hahaha, adorei a expressão do Alexandre:

    "a gente não pode querer príncipes ou princesas na vida...pq nós mesmos temos nosso lado sapão bem grande"

    Pura verdadeeeeeeee Alexandre!!!!

    ResponderExcluir
  9. Olá, querida
    O príncipe que vira sapo e a pricesa que vira sapa... duas vezes já li isso hoje... tem a ver com a atualidade conturbada...
    Mas o amor vence!!!
    Bjs de paz

    ResponderExcluir
  10. Realmante a vida a dois ou mais, ñ é fácil.Vc colocou uma lista de coisas, mas sabemos existem muito mais,que atrapalham o relacionamento, mas tbm existem tantas coisas boas para ajudar. Nosso problema é que temos mais facilidade de focar o lado negativo.Há quem diga que o amor é como uma plantinha. Temos cultivá-la diariamente, mas cá pra nós haja saco!!! rsrsrsr.bjs

    ResponderExcluir
  11. Quando o ser humano para de idealizar e consegue aceitar os defeitos e qualidades do seu parceiro, acredito que o amor realmente é capaz de superar tudo, mas como foi dito idealizar uma pessoa perfeita, torna impossível toda e qualquer relação.

    ResponderExcluir
  12. Mai num é que é assim meRmo...!!!

    DeusssssskiuniuQueNãoSepares....
    Bejo
    Tatto

    ResponderExcluir
  13. Não existe pessoas perfeitas, existe sim pessoas que se aceitam do jeito que elas são e não do jeito que gostariamos que elas fossem.
    Jinhos...

    ResponderExcluir
  14. Sabe o que é pior, gostamos de exigir a perfeição nos outros, mas esquecemos de exigir da gente...

    Fique com Deus, menina Fadinha.
    Um abraço.

    ResponderExcluir


VOLTE SEMPRE!!!!
 
BlogBlogs.Com.Br